A coruja cega e outras histórias

Try it Now Firm without compromise. Cancel whenever you want.

Synopsis

Este é um livro do qual o leitor não sai como entrou, tal a força expressiva dos textos e o impacto das experiências narradas a cada página e a cada conto. Com textos breves, mas de grande complexidade e várias camadas de leitura, A Coruja Cega se desenvolve em um opressivo clima de pesadelo criado pelo autor com o emprego de técnicas surrealistas. Durante a narrativa em primeira pessoa, em que as noções de tempo e espaço se apresentam deliberadamente confusas, Hedayat nos transporta para a mente de um estranho pintor viciado em ópio. O título do livro diz respeito à sombra do protagonista, que se projeta na parede de seu quarto, na forma de uma coruja, enquanto ele escreve sobre suas obsessões, em especial sobre duas figuras femininas opostas (ou complementares) que simbolizam a pureza e a imundície. Nesta obra, associada frequentemente ao mito da caverna de Platão, ao poema “O Corvo” de Edgar Allan Poe e à A Metamorfose de Kafka, o leitor é confrontado com uma atmosfera dominada pelo grotesco, o mórbido, o macabro e mantido em permanente estado de tensão e perplexidade. Provocador, inconformista, muito original em sua síntese das tradições literárias do Oriente e do Ocidente, ...