Ficções

Informações:

Synopsis

Um podcast sobre narrativas filosóficas. A proposta é analisar os discursos filosóficos sobre o cotidiano como sendo construções, invenções, e não verdades.

Episodes

  • A paixão pelo esporte

    13/08/2015 Duration: 06min

    A experiência do esporte como um fenômeno de massa é algo bem recente. Mas, independentemente de qualquer coisa, o fato é que somos apaixonados por esporte; e entender essa paixão, acredito, é entender melhor o que nós somos. 

  • O que se aprende em uma viagem?

    05/08/2015 Duration: 11min

    Viajar é algo que (quase) todo mundo gosta. Aqui eu analiso o ato de viajar como uma possibilidade de desenvolvimento humano e aprendizagem, além de apresentar a história de como uma viagem mudou a vida do filósofo Arthur Schopenhauer.  

  • Utopia

    17/07/2015 Duration: 09min

    A utopia revela uma certa ingenuidade – por nos dedicarmos a criar aquilo que é impossível de alcançar e realizar – mas a falta desse tipo de reflexão pode ser mais nociva do que parece. Aqui discuto a utopia como uma reflexão necessária para o desenvolvimento da sociedade, algo que nos falta cada vez mais. 

  • Politicamente correto

    10/07/2015 Duration: 18min

    O ouvinte Ivan Tato me sugeriu discutir o tema do “politicamente correto” aqui no Ficções. Achei a proposta muito boa e oportuna, principalmente porque entendo que a filosofia é, durante a maior parte do tempo, um combate aos eventuais extremismos do politicamente correto. Aqui procuro apresentar minhas reflexões sobre o tema, apontando as contradições do “politicamente correto” como um sistema de vigilância, controle e normatização da vida cotidiana.   Como não falar de amamentação (crítica a um diálogo que ocorreu no episódio 275 do Matando Robôs Gigantes), por Nanda Café, do blog Pac Mãe 1984, George Orwell Cartilha “Politicamente Correto e Direitos Humanos” Tributo à estultice, Hélio Schwartsman A virtude do egoísmo, Ayn Rand

  • Violentos por natureza?

    06/07/2015 Duration: 05min

    A violência é, em geral, tratada como algo que foge à essência da humanidade. Mas será mesmo assim? Desconfio que a violência está na base de todas as ações humanas, tanto para o bem como para o mal. Nesse episódio falo sobre a violência considerando se ela não é tão natural quanto qualquer outra circunstância de nossa existência. Complementos: Violência, Slavoj Žižek Leviatã, Thomas Hobbes

  • Videogames

    27/06/2015 Duration: 17min

    Os videogames são, essencialmente, um produto de entretenimento. No entanto, a possibilidade de se abordar temáticas filosóficas não é incompatível com nenhuma forma de expressão cultural. Neste episódio analiso os videogames como possibilidade de desenvolvimento lúdico e aponto três jogos que, para mim, mostram ser possível conciliar entretenimento e filosofia por meio da simulação dos games. Complementos: Bioshock Portal Braid Por que eu trouxe Pac-Man ao MoMA (TED Talks) Por que a Nintendo ainda é a empresa mais relevante da indústria dos videogames?

  • A arte no mundo digital

    21/06/2015 Duration: 12min

    No âmbito da tecnologia digital é possível identificar uma série de avanços técnicos que permitem às pessoas mais interatividade, mais informação e mais independência em diversos aspectos. No contexto específico da arte, no entanto, nos cabe questionar se as possibilidades de colaboração e interação interferem no modo como criamos e fruímos obras de arte. Nesse episódio procuro polemizar o papel da arte diante do conceito de efemeridade, circunstância da tecnologia digital. Complementos: How to tell when a robot has written you a letter E-david Handywritten robot in action A “experiência” de ver a Mona Lisa Watch Google researchers turn millions of Flickr images into time-lapse masterpieces Materiais que utilizei na palestra do IFG (A arte no mundo digital: cultura do efêmero?)

  • Duvidar de tudo?

    20/06/2015 Duration: 06min

    Sem a dúvida não existe processo filosófico, mas o ato de duvidar pode também nos paralizar se deixarmos essa ação se transformar em um ceticismo extremo. Neste episódio analiso a ambiguidade da dúvida, procurando apontar, especialmente, seus benefícios para o filosofar. Complementos: Meditações Metafísicas, Descartes A dúvida, Vilém Flusser

  • Cibercultura

    13/06/2015 Duration: 10min

    O termo “cibercultura” é utilizado para falar do ambiente da tecnologia digital e da nossa conexão com a internet. Mas quais as implicações de se viver em um mundo de interconexão constante? A cibercultura, como conceito filosófico, ainda nos ajuda a pensar sobre a nossa realidade?  Meu texto selecionado para a Compós/2015 (outros textos podem ser acessados aqui) II Colóquio Arte e Filosofia – IFG (16 e 17 de Junho) Cibercultura, Pierre Lévy Máquinas de ver, modos de ser, Fernanda Bruno

  • A televisão nossa de cada dia

    12/06/2015 Duration: 17min

    Estamos na era da tecnologia digital, mas a televisão ainda é onipresente em nossas vidas. Neste episódio discuto a importância da televisão como uma narrativa dos nossos desejos e dos nossos simbolismos. Complementos: O excesso de informação provoca amnésia, Umberto Eco. Obra aberta, Umberto Eco. Elogio do grande público, Domenique Wolton. Cultura de massas no século XX, Edgar Morin.

  • Metalinguagem

    05/06/2015 Duration: 03min

    Já faz mais de um ano que eu comecei com o Ficções. O primeiro episódio foi publicado em Maio de 2014 e de lá pra cá algumas coisas mudaram. No começo os episódios eram muito espaçados e fiquei mesmo alguns meses sem publicar episódio algum. Além disso, a produção – que já não é lá essas coisas – era mais simples ainda. Só agora no começo de 2015 é que o podcast engrenou, eu comecei a adotar um formato mais padronizado e passei a publicar episódios semanais. O Ficções é um podcast bem simples e é algo que me dá muita satisfação em fazer. Mas passado um ano de existência, e chegando no 25º episódio, meio que me deu uma vontade de compartilhar um pouco da sensação de solidão que tenho fazendo esse podcast. Gravei esse episódio em uma manhã de frio aqui em Brasília. Eu estava fora de casa e, pensando sobre a pauta dos próximos programas, senti vontade de gravar, ali mesmo, naquele espaço bucólico no meio dessa cidade enlouquecida, uma reflexão sobre as minhas reflexões. Enfim, esse é um podcast sobre o podcast.

  • Cientificamente comprovado

    29/05/2015 Duration: 14min

    A ciência é uma das obsessões da modernidade. Acreditamos que aquilo que é “cientificamente comprovado” é sinônimo de verdade e por isso sonhamos com um mundo em que a ciência possa ser ainda mais efetiva do que é hoje. Nesse episódio analiso as implicações da nossa crença no fazer científico e a importância desta forma de conhecimento em nossas vidas. Imagem: detalhe da pintura “O sonho da razão produz monstros”, de Goya. Complementos: A Ciência como vocação , Max Weber O que é ciência afinal?, Alan Chalmers Ciência com consciência, Edgar Morin Artigos mencionados: How video gaming can be beneficial for the brain – Max Planck Institute for Human Development, Berlin Avisa lá sua mãe: os videogames realmente deixam mais inteligente – YOUPIX Ciência comprova: Mario, além de divertido te deixa mais inteligente!  – UOL Jogar Super Mario pode aumentar a sua inteligência – EXAME

  • A arte e a obra de arte

    22/05/2015 Duration: 16min

    A arte sempre esteve presente na vida humana. Seja como um fazer cotidiano ou como uma maneira de expressão e compreensão da realidade, a arte é parte essencial na constituição de nossa história. No entanto, a ideia moderna de obra de arte separa da maior parte das pessoas o fazer artístico, relegando às massas apenas a possibilidade fruição. Nesse episódio investigo as consequências da ideia de obra de arte como algo separado do fazer artístico cotidiano. Complementos: O que a arte pode?, por Marcos Ramon A arte depois da arte, por Marcos Ramon Haunted House – museu no Japão Nemo – museu de arte e ciências na Holanda Coletânea de textos de Estética que utilizo nas minhas aulas.

  • Felicidade

    14/05/2015 Duration: 13min

    Todo mundo quer ser feliz, mas a felicidade não é simples de ser definida. Enquanto alguns vivem o sonho da felicidade plena e ilimitada outras pessoas buscam pelo menos a garantia de momentos alegres que tornem a vida prazerosa e possível. Neste episódio analiso o tema encarando a felicidade como algo realizável, ainda que não nos moldes do “felizes para sempre”. Complementos: A felicidade, desesperadamente, André Comte-Sponville Ética a Nicômaco, Aristóteles

  • Amor

    08/05/2015 Duration: 13min

    O amor é um tema constante na história da Filosofia. Seja por conta de sua conexão direta com a própria ideia do filosofar (philo = amor) ou pela onipresença do amor em nossas vidas, diversos filósofos dedicaram seu tempo em tentativas de compreender melhor esse sentimento tão humano. Neste episódio aponto as reflexões que foram desenvolvidas por Platão, Espinosa, Nietzsche, Schopenhauer e Roland Barthes sobre o amor e seus desdobramentos. Complementos: O Banquete, Platão Ética, Espinosa Amor fati, Nietzsche A metafísica do Amor, Schopenhauer Fragmentos de um discurso amoroso, Roland Barthes Schopenhauer e o Amor (vídeo), Alain de Botton

  • Filosofia e Educação

    30/04/2015 Duration: 17min

    A Filosofia, desde o seu início, tem uma relação intrínseca com a Educação. O processo de debate, diálogo e ensino de ideias é algo corrente entre filósofos e pensadores. Contudo, é possível perceber uma diferença entre o ideal de educação da antiguidade – em que se reconhece a possibilidade do conhecimento como totalidade – e a nossa visão moderna de educação – que separa, divide e desintegra o conhecimento. Neste episódio analiso estas questões. Complementos: Alguém sabe o que está fazendo? Escola em tempo integral Pedagogia Histórico-crítica, Demerval Saviani Paideia – a formação do homem grego, Werner Jaeger How schools kill creativity, Ken Robinson (TED Talks) A escola de Atenas, Rafael Sanzio

  • Quadrinhos filosóficos

    22/04/2015 Duration: 19min

    As histórias em quadrinhos são lembradas muito mais por seu caráter de produto massificado do que por suas possibilidades reflexivas. Mas será que um aspecto impede o outro? Nesse episódio proponho uma reflexão sobre os quadrinhos como uma forma de arte que pode ser utilizada para o desenvolvimento de temáticas filosóficas.   Mencionados no episódio: Apocalípticos e Integrados (Umberto Eco) Tapeçaria de Bayeux La Famille Fenouillard Yellow Kid Antônio Amaral (autor da HQ “Hipocampo”) Lourenço Mutarelli Moebius Peanuts A piada mortal, por Alan Moore Homem-Animal, por Grant Morrison Lobo Solitário

  • O acaso faz sentido?

    18/04/2015 Duration: 11min

    O acaso é uma possibilidade real? Ou será que estamos determinados pelo destino? A nossa compreensão da realidade não é precisa o suficiente para que possamos encontrar uma solução. Mas acredito que, mesmo assim, a reflexão sobre o acaso é necessária. 

  • O lado bom da angústia

    09/04/2015 Duration: 13min

    A angústia é algo que não desejamos sentir. No entanto, do ponto de vista filosófico, a angústia é algo essencial para que possamos nos entender como seres humanos. Existe um lado bom nisso? 

  • Livro impresso e livro digital

    04/04/2015 Duration: 14min

    Pra muita gente existe uma separação entre livros impressos e digitais. Em uma situação limite isso implica, inclusive, em uma morte do livro e consequentemente da leitura. Mas se a cultura digital nos permitir mais acesso e mais possibilidades de leitura, isso não vai ampliar os espaços de leitura? 

page 25 from 26